O Que São As Línguas em 1 Coríntios?

O Que São As Línguas em 1 Coríntios?


Ekkehardt Mueller é diretor associado do Instituto de Pesquisas Bíblicas da Associação Geral. Antes de se juntar ao instituto, o Pastor Mueller atuou como Pastor e Ministerial por mais de duas décadas. Atualmente, ela está muitíssimo envolvido em escrever artigos e lecionar classes ao redor do mundo. Ekkehardt adora jardinagem e pintura. Boa música é também um elemento importante no lar de  Ekkehardt, sendo sua esposa Geri uma professora de música. Quando seus filhos, Eike e Eno, estão em casa, o “quarteto” está completo.


Tradução: Hugo Martins

O artigo “O Que São As Línguas em 1 Coríntios?” (Original em Inglês: “What are the Tongues in 1 Corinthians?”), por Ekkehardt Mueller, fora publicado, inicialmente, pelo Adventist Biblical Research Institute.  Usado com permissão.


“Pois quem fala em outra língua não fala a homens, senão a Deus, visto que ninguém o entende, e em espírito fala mistérios” (1 Co 14:2).

Qual era a natureza das línguas que Paulo mencionou em sua primeira carta aos coríntios? Estava ele se referindo a uma língua angélica ou extática incompreensível, comparada ao que se encontra em círculos carismáticos e pentecostais ou às línguas estrangeiras em Corinto?

A Igreja em Corinto

A igreja de Corinto, fundada por Paulo cerca de três anos antes da carta, enfrentava muitos problemas: rivalidades entre várias facções (1 Co 3:3), imoralidade sem tamanho (1 Co 5:1), casos jurídicos entre crentes (1 Co 6:1), problemas maritais (1 Co 7:1), comer alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 8:1), conduta imprópria de mulheres na adoração pública (1 Co 11:2–16), abuso da Santa Ceia (1 Co 11:21) e, também, a má compreensão em relação à função apropriada dos dons espirituais, particularmente o dom de línguas (1 Co 14:1–5).

O Uso Apropriado dos Dons Espirituais

Línguas são mencionadas apenas do capítulo 12 a 14. Esses capítulos lidam com dons espirituais, um dos quais é chamado de “variedade de línguas” (12:10, 28) ou apenas “línguas” (v. 30). Ademais, há o dom de traduzir línguas (vv. 10, 30). Paulo termina o capítulo 12 apontando algo ainda melhor do que os dons espirituais, a saber, o amor. Neste âmbito, ele afirma que falar na língua dos homens ou na língua dos anjos é in